Contribuintes de todo o País devem ficar alerta para tentativas de golpe por e-mails em nome da Receita Federal. O órgão não envia mensagens via e-mail sem a autorização, nem autoriza terceiros a fazê-lo em nome da instituição.

A única forma de comunicação eletrônica é o Centro Virtual de Atendimento ao Contribuinte (e-CAC). Na Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física 2017 foi solicitado o e-mail do contribuinte apenas para complementar o cadastro.

As mensagens falsas utilizam indevidamente nomes e timbres oficiais e iludem o cidadão com a apresentação de telas que misturam instruções verdadeiras e falsas, na tentativa de obter ilegalmente informações fiscais, cadastrais e principalmente financeiras.

Os links inseridos em determinados pontos indicados na correspondência costumam ser a porta de entrada para vírus e malwares no computador.

De acordo com a Receita, o cidadão que receber as mensagens não deve abrir arquivos anexados, pois normalmente são programas executáveis que podem causar danos ao computador ou capturar informações confidenciais do usuário.

Além disso, o órgão recomenda que não sejam acionados os links para endereços da Internet, mesmo que lá esteja escrito o nome da RFB, ou mensagens como “clique aqui”, pois não se referem à Receita Federal. Os e-mails devem ser excluídos imediatamente. Para esclarecimento de dúvidas ou informações adicionais os contribuintes podem procurar as unidades da Receita.

Fonte: Portal Brasil

Por favor, nos siga e compartilhe essa notícia!
LinkedIn0
RSS
Facebook0
Facebook
GOOGLE
SHARE

Comente aqui:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.